Bourjois x Chanel - MI SCHAEFER

Bourjois x Chanel

Publicado em terça-feira, 20 de setembro de 2016

Se você tivesse como escolher entre comprar Chanel ou Bourjois, qual marca escolheria? Provavelmente a maioria deve ter pensado na Chanel, que já possui todo um glamour e luxo embutido em seu nome. Mas e se fosse pensar somente na qualidade do produto, continuaria com a mesma ideia? Provavelmente sim, pois sempre tendemos a achar que o mais caro é o melhor.


Então lhe faço outra pergunta: você sabia que existe um grupo chamado Bourjois-Chanel no mundo dos cosméticos? Sim, a glamourosa Chanel e a (um pouco mais) popular Bourjois são da mesma empresa! Ou melhor explicando, a Bourjois é detentora da Chanel.



Vamos ler uma história...


Era um francês com o nome de Alexandre Napoleon Bourjois que em 1863 criou o primeiro pó blush, substituindo a pintura de graxa utilizada por artistas de palco. Dentro de 15 anos, estava sendo distribuída amplamente para as mulheres na França. Em 1890, seu então jovem fundador criou a Fabrique Spéciale pour la Beauté des Dames, introduzindo no mercado o primeiro pó compacto, denominado Manon Lescot em homenagem à famosa atriz francesa.


Em seguida, a BOURJOIS lançou no mercado o primeiro blush em pó, cuja pequena embalagem redonda característica, permanece até os dias de hoje como emblema da marca e principal símbolo da marca. Deste momento em diante a marca francesa começaria a ganhar dimensão internacional. Além da inovação constante, foi qualidade de suas maquiagens que construiu a reputação e o sucesso da marca nos anos seguintes.


Por volta da virada do século, a empresa foi vendida a Ernest Wertheimer, que abriu Galeries Lafayette, a famosa loja de departamentos parisiense e somente em 1928, a marca ingressou no mercado americano com o lançamento da linha “Noite de Paris”. Foi nesta época que a BOURJOIS começou posicionar suas maquiagens para um público de jovens mulheres ativas.


Em 1924, Coco Chanel, que tinha fundado a Chanel em 1909, se aproximou de Pierre Wertheimer, então o dono da Bourjois, para ajudá-la a desenvolver seus perfumes famosos. Com isso, a Bourjois se expandiu no mundo dos perfumes, comprando cerca de 90% das ações e 70% dos lucros de Coco Chanel da Les Parfums Chanel. Simplificando, a família Wertheimer possui a Bourjois, que é detentora da Chanel.


Depois de contar essa história, também preciso escrever que muitas pessoas dizem que os produtos são praticamente a mesma qualidade e formulação. A única diferença entre as duas são:


As embalagens: Enquanto que a Chanel usa um estilo mais refinado, discreto e padronizados, a Bourjois possui embalagens mais coloridas.


O meio de venda: Chanel é vendida no Brasil somente através do seu e-commerce, enquanto que a Bourjois é vendida em diversos sites de cosméticos.


O Preço: um blush da Chanel chega a custar R$199, o da Bourjois custa R$46.



Portanto, a menos que você queira especificamente a marca Chanel, seja pela embalagem ou por causa do nome, é uma boa troca usar produtos Bourjois.


Para saber mais sobre as marcas, é só acessar o site da Bourjois Brasil (a Racco é a representante) e o site da Chanel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário